Vila Pouca de Aguiar - Portugal

Uma vila pertencente ao Distrito de Vila Real com 14 freguesias, que faz parte da mítica Estrada Nacional 2 e uma das mais antigas vias de peregrinação para Santiago de Compostela.

Hero

Vila Pouca de Aguiar, Portugal

CIM: Alto Tâmega

Ladeada pela Serra do Alvão e a Serra da Padrela, fica situada Vila Pouca de Aguiar. Uma vila pertencente ao Distrito de Vila Real com 14 freguesias, que faz parte da mítica Estrada Nacional 2 e uma das mais antigas vias de peregrinação, para Santiago de Compostela.

Esta Vila também ficou conhecida, pela exploração de ouro no planalto de Campo de Jales. Centenas de homens e mulheres, vindas de várias zonas do país, operaram até 1993 altura em que a mina fechou.

Com monumentos históricos para visitar, destaca-se o Castelo de Aguiar, um dos pontos de maior interesse turístico. Apoiado numa fraga granítica, está situado este Castelo, que remonta ao séc. IX e considerando um Monumento Nacional. Com um miradouro implementado no topo permite a quem visita, uma visão privilegiada da paisagem circundante.


+ História

Fotos Vila Pouca de Aguiar

Encontre as fotografias e imagens de Trás Os Montes.

gallery
gallery
gallery
gallery
gallery
gallery

História

Inicialmente conhecida como sendo as terras de Aguiar de Pena, a ocupação humana deste território remonta à época megalítica, muito antes da ocupação romana (que tantos vestígios deixou em Trás-os-Montes), como se pode testemunhar pelas várias antas, mamoas, sepulturas e considerável espólio arqueológico encontrado em diversos locais, principalmente na serra do Alvão. Posteriormente e até à fundação do reino de Portugal, este território foi sucessivamente ocupado por Suevos, Visigodos e Muçulmanos. Após a criação do Reino, é atribuído o primeiro foral à Terra de Aguiar de Pena pelo Rei D. Manuel, em 1515. A atual configuração do município dá-se no séc. XIX.

População

Os dados demográficos apresentados, revelam que o município possuía 12.053 habitantes em 2018, com a percentagem de jovens com menos de 15 anos a fixar-se nos 9%. A percentagem de estrangeiros no concelho era de 1,1%. A percentagem da população em idade ativa (15 aos 65 anos) é de 61% e a população idosa com 65 anos ou mais estava nos 30%.

Cultura

Com monumentos históricos para visitar, destaca-se o Castelo de Aguiar, um dos pontos de maior interesse turístico. Apoiado numa fraga granítica, está situado este Castelo, que remonta ao séc. IX e considerando um Monumento Nacional. Com um miradouro implementado no topo permite a quem visita, uma visão privilegiada da paisagem circundante.

Educação

Números oficiais mostram que Vila Pouca de Aguiar dispõe de estabelecimentos de ensino pré-escolar, primeiro ciclo do ensino básico, segundo ciclo, terceiro ciclo do ensino básico e ensino secundário. Tudo isto para um universo de 1.281 alunos matriculados nos ensinos pré-escolar, básico e secundário.

Exploração de ouro

Esta Vila também ficou conhecida, pela exploração de ouro no planalto de Campo de Jales. Centenas de homens e mulheres, vindas de várias zonas do país, operaram até 1993 altura em que a mina fechou. Os erros de gestão, a desvalorização do ouro nos mercados e alguns conflitos laborais, são apontados como a causa deste fecho. Hoje transformado no Complexo Mineiro Romano de Tresminas, é um local de visita obrigatória para quem visita a Vila.

Parque Termal das Pedras Salgadas

O Parque Termal das Pedras Salgadas é também um local de interesse. Com percursos pedestres, um balneário termal, o antigo casino e as várias fontes termais.

Feira das Cebolas

Outro destaque para esta vila transmontana é a tradicional Feira das Cebolas, um certame anual que reúne dezenas de produtores. Para além da venda de cebolas, há animação e gastronomia típica para degustar.

Freguesias

Alfarela de Jales
Alvão
Bornes de Aguiar
Bragado
Capeludos
Pensalvos e Parada de Monteiros
Sabroso de Aguiar
Soutelo de Aguiar
Telões
Tresminas
Valoura
Vila Pouca de Aguiar
Vreia de Bornes
Vreia de Jales